skip to Main Content
Minha Casa Minha Vida: Como Adquirir O Seu Novo Apartamento?

Minha Casa Minha Vida: como adquirir o seu novo Apartamento?

O programa Minha Casa Minha Vida permite mais acesso ao crédito imobiliário, principalmente, para famílias de média e baixa renda. Esse programa foi lançado pelo Governo Federal nos anos 2000 e tem evoluído no mercado de crédito imobiliário.

Um dos principais objetivos é o de auxiliar trabalhadores de baixa e média renda a comprar um imóvel, realizando o sonho da casa própria.

Geralmente, nem todos podem se beneficiar através desse programa, o programa permite beneficiar famílias com renda mensal de até 7.000,00 reais.

Minha Casa Minha Vida

Estamos falando de um programa de acesso ao crédito imobiliário com apresenta quatro possibilidades, a de solicitar parte do pagamento quitado, fazer pagamento de uma parte da entrada do financiamento através de um subsídio, realizar obtenção de redução do valor do seguro cobrado no contrato e o de obter taxas de juros menores reduzindo os valores das parcelas mensais.

Essas possibilidades ajudam a otimizar o acesso ao financiamento, vale lembrar que as condições variam conforme a renda mensal de cada interessado.

Como funciona o programa?

Esse programa foi criado no ano de 2009, até os dias atuais atendeu mais de 4 milhões de famílias que buscavam uma casa própria.

As inscrições dos interessados devem ser realizadas por meio da prefeitura local ou numa das redes de agências da Caixa Econômica Federal.

Ao obter o subsídio, a família beneficiada pode reduzir o valor total financiado do imóvel reduzindo também as parcelas do financiamento.

O contrato do interessado também permite acesso aos clientes que ainda possuem nome sujo na praça ou qualquer tipo de restrição de crédito no mercado, esse benefício é válido para a faixa 1 de financiamento.

Juros mais baixos

Comparando com outros tipos de contratos de financiamentos de compra de imóvel, as taxas de juros oferecidas através do Minha Casa Minha Vida são bem menores e com parcelas mais acessíveis.

Quem pode ser beneficiado?

O governo mantém quatro faixas de renda para determinação de benefícios. A seguir apresentamos os principais detalhes de cada faixa.

– Faixa 1: Na faixa 1, o cliente obtém crédito existente para famílias com renda bruta mensal de até R$ 1,8 mil. Encontramos benefícios com ótimo subsídio, cujo contrato cobre o pagamento de até 90% do valor final do imóvel. A quitação do imóvel deve ser feita em dez anos.

Quem pode ser beneficiário

– Faixa 1,5: Na faixa 1,5, o cliente deve apresentar faixa intermediária oferecida para as famílias com renda superior a R$ 1,8 mil, no máximo de R$ 2,35 mil.

Nessa faixa, o subsídio do programa pode cobrir o valor final do imóvel que chegar até 45.000,00 reais com taxa de juros sobre o financiamento é de 5% ao ano. O tempo para quitar o imóvel é de trinta anos.

– Faixa 2: Através dessa faixa, o governo beneficia famílias com renda situada entre R$ 2.351 e R$ 3,6 mil.

O cliente pode receber subsídio de R$ 27,5 mil no valor final do imóvel, e os juros variam entre 5,5% ao ano e 7% ao ano. O prazo de quitação é de trinta anos.

– Faixa 3: Na última faixa, o rendimento no contrato para renda bruta mensal deve estar nos valores de R$ 3.601 e R$ 6,5 mil, porém não há qualquer subsídio para a compra do imóvel. Por outro lado, o interessado pode financiar com taxa de juros de 8,16% ao ano.

Conclusão

Portanto, o programa Minha Casa Minha Vida é um ótimo caminho para famílias de baixa e média renda que sonham em adquirir a casa própria com juros menores e parcelas mais acessíveis.

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top